Fotos de Eventos RealizadosRefletindo Acessar WebMail



Ser despertado, levantar-se, subir e edificar. Indique para um amigo

Ao passar pregão por todo o seu reino, Ciro pretendia despertar todos os judeus para subir a Jerusalém (Ed. 1). Ciro os encorajou dizendo que Deus seria com eles. No entanto, nem todos subiriam, pois alguns já se haviam estabelecido na terra do cativeiro com casa, gado, terra e etc.

Aos que decidissem ficar, foi dada uma ordem para que ajudassem com bens materiais os que subiriam. Quem foram os primeiros a se levantar? Foram os cabeças de famílias de Judá e Benjamim, sacerdotes e levitas. Além deles, havia outros cujo espírito fora despertado.

Entre ser despertado e subir há uma sensível diferença. Podemos dizer que todos foram despertados interiormente com o edito do rei. Quantos, porém, deram continuidade a esse sentimento interior? Um grupo menor levantou-se. Dentre os que se levantaram nem todos subiram. Alguns desistiram no início da caminhada ao encontrar alguma dificuldade, outros foram um pouco mais além. Ao final, apenas uma pequena minoria alcançou o objetivo final de chegar em Jerusalém.

Por que era tão difícil chegar a Jerusalém? Porque Jerusalém estava situada num monte, a distância desde a terra do cativeiro era grande e a carga que precisavam levar era pesada. Enfim, muitas coisas podem ter gerado desânimo e desencorajamento.

Subir a Jerusalém requer o pagamento de um alto preço. Quantos israelitas chegaram a Jerusalém? Aproximadamente dois milhões de israelitas foram levados para o cativeiro e, destes, apenas cinqüenta mil levantaram-se e chegaram a Jerusalém. Esse número, no entanto, não deve ser motivo de desânimo, mas de louvor e ações de graças ao Senhor, pois alguns subiram. Esses foram os primeiros dentre outros que ainda subiriam. Foram eles que iniciaram a restauração do templo e da cidade, restaurando o testemunho da unidade.

De igual modo, hoje Deus está chamando Seus filhos para a restauração da igreja, para que ela seja o testemunho da unidade do Seu povo. Mas, para isso, é preciso pagar um alto preço, especialmente no que diz respeito a negar a nós mesmos e tomar a cruz. Alguns são despertados para isso, mas ao perceber as implicações, desistem. Outros começam, mas desistem logo depois, por não estarem dispostos a tomar a cruz. Mas há os que pagam qualquer preço e vão até o fim. De que grupo você faz parte?


Contribuição recebida por e-mail.

 

 

Voltar

Rua Artur Machado 935, Boa Vista - Uberaba-MG