Fotos de Eventos RealizadosRefletindo Acessar WebMail



A obra e as igrejas Indique para um amigo

Se quisermos entender a mente de Deus acerca da Sua obra, temos de fazer clara diferença entre a obra e as igrejas. São coisas bem distintas nas Escrituras e temos de evitar confundi-las; doutro modo cometeremos sérios erros, e a realização dos propósitos divinos sofrerá impedimento.

Já foi repetido várias vezes, mas vamos ressaltar novamente, que as igrejas são locais e nada fora da localidade deve interferir nelas, nem elas devem interferir em coisas além da sua esfera. Os assuntos da igreja devem ser administrados pelos irmãos locais que, por causa de sua maturidade espiritual em comparação aos demais, são designados presbíteros. Visto que a obra dos apóstolos é pregar o evangelho e fundar igrejas, e não assumir responsabilidades nas igrejas já estabelecidas, o ofício deles não é um ofício da igreja. Se vão realizar a obra onde não há igreja, devem procurar estabelecer uma igreja pela pregação do evangelho; mas, se já existe, a obra deles deve ser distinta dela. Na vontade de Deus a igreja e a obra seguem linhas distintas.

A obra pertence aos apóstolos, ao passo que as igrejas pertencem aos cristãos locais. Os apóstolos são responsáveis pela obra em qualquer lugar, e a igreja é responsável por todos os filhos de Deus na localidade.

É errado que os apóstolos interfiram nos assuntos da igreja, mas é igualmente errado que a igreja interfira nos assuntos da obra. Os apóstolos administram a obra; os presbíteros administram a igreja.

Se somos presbíteros, nossa esfera é a igreja; se somos apóstolos, nossa esfera vai além da igreja, na obra.

Se uma igreja exerce controle sobre a obra em outra localidade, imediatamente torna-se extralocal e assim perde sua característica específica de igreja.

Sempre que a igreja tenta controlar a obra, a igreja perde seu caráter local. Sempre que um apóstolo tenta controlar uma igreja, ele perde seu caráter extralocal. Já surgiu muita confusão por se perder de vista a linha demarcatória entre as igrejas e a obra.

Fonte: A vida cristã normal da igreja – W. Nee

 

 

Voltar

Rua Artur Machado 935, Boa Vista - Uberaba-MG